Produção de veículos continua acelerada

Em novembro, a produção brasileira de autoveículos totalizou 249,0 mil unidades, aumentando 15,2% sobre o mesmo período de 2016. Desse modo, em doze meses, a produção do setor acumulou crescimento de 27,9%.

Esse desempenho excelente do setor tem sido sustentado pela expansão tanto de exportações, como de vendas domésticas. No mês passado, ambas evoluiram 28,7% e 15,2%, respectivamente, em comparação com novembro de 2016.

Apesar de o mercado externo representar apenas um terço do total das vendas da indústria automobilística, é seu grande dinamismo que explica a maior parte do expressivo avanço do setor em passado recente. Aliás, o extraordinário dinamismo das exportações tem contribuído também para a geração dos megasuperávits da balança comercial brasileira.

Quanto às vendas domésticas, estas têm se mostrado cada vez mais consistentes, em resposta à recuperação progressiva do crédito e dos salários, o que vem ajudando outros setores da economia a adquirir maior fôlego.

Nessas condições, a MacroSector Consultores projeta para a produção de autoveículos do país um crescimento de 28%, em 2017, atingindo 2,75 milhões de unidades; e de 15%, em 2018, alcançando 3,17 milhões de unidades.

Com o resultado estimado para este ano, a indústria automobilística brasileira deverá começar a reverter a derrocada verificada no triênio 2014-2016. E, se atingido o volume de produção previsto para 2018, haverá um retorno ao nível de 2014, mas ficando ainda bem abaixo do recorde de 2013.

 


Graph1

Tabela