Como o “novo NAFTA” afetará o setor têxtil

 

MacroSector Consultores


A criação do USMCA (Acordo Estados Unidos–México–Canada, em inglês), que deve substituir o NAFTA (Tratado Norte-americano de Livre Comércio), terá impacto sobre o setor têxtil dos países envolvidos. A nova proposta possui capítulo inteiramente dedicado ao incentivo à produção têxtil de seus países-membros.

Limitações de procedência, que são uma característica marcante do Acordo, podem ter impacto tão grande quanto o das tarifas sobre o comércio internacional. Além do aumento do percentual mínimo de material produzido na região, uma das alterações mais significativas deverá ser a limitação do uso de componentes de acabamento de origem externa aos países integrantes do acordo, como tecidos de bolsos, linha de costura, elásticos etc.

Entre outras mudanças, prevê-se também a isenção fiscal completa de confecções indígenas e a possibilidade de visitas não-agendadas por parte do importador às fábricas têxteis sob suspeita de irregularidade.

Fonte: Global Apparel Forum [1]