Exportação com tendência de alta devido ao agronegócio

Entrevista com o sócio-diretor da MacroSector, Fabio Silveira, para o canal Estadão em 06/03/2017

 

comm
 

O Brasil entrou em 2017 com o melhor cenário dos últimos três anos para o crescimento das exportações. Dados da Fundação Centro de Estudos do Comércio Exterior (Funcex) indicam que os termos de troca brasileiros – a relação entre os preços das exportações e o das importações – atingiram o melhor nível desde 2014. Grande parte desse comportamento está relacionada à alta dos preços das commodities (matérias-primas, como soja e minério de ferro), que representam cerca de 60% das vendas externas do País.

Na relação dos termos de troca, os preços das exportações do País cresceram acima dos preços das importações.

A recuperação dos preços médios das commodities, após cinco anos de queda, é um importante reforço para a retomada da economia brasileira. Para analistas, um movimento sustentado de alta vai puxar as exportações e a produção interna de produtos básicos, evitando assim que o Produto Interno Bruto (PIB) do País tenha nova contração.

“A melhora na relação de troca pode contribuir não apenas para o início do próximo ciclo de crescimento econômico, mas também para torná-lo mais sustentável”, afirma Fabio Silveira, sócio-diretor da MacroSector Consultores.

 

Clique aqui para ver conteúdo na íntegra